Make your own free website on Tripod.com

Porque existe a Fundação Renascer


O Brasil é um dos campeões mundiais em concentração de renda, nossos jovens não conseguem entrar no mercado de trabalho, depois dos quarenta anos é mais difícil encontrar um emprego por causa do preconceito, famílias sofrem com a pobreza, com a falta de oportunidade, com as desigualdades e injustiças, gente que perdeu até mesmo a auto estima.
Poucos têm muitos recursos e muitos não possuem nada, o governo empenha seu esforço, mas há muito a fazer, por outro lado existem as organizações governamentais que prestam uma ajuda inestimável a crianças, jovens, adultos e idosos em todas as áreas, o caminho já demonstrado por muitos especialistas, é fugir do assistencialismo e oferecer meios para que um pessoa possa superar as fases difíceis da vida e voltar a viver com dignidade - todos devem ter meios de se manter honestamente.
Você irá conhecer agora a Fundação Renascer, entidade que se preocupa com o bem estar da sociedade e acredita num país melhor.



Entenda a Fundação Renascer

Todo trabalho que objetiva apoiar pessoas com dificuldades nasce do idealismo. Sempre há muita luta, obstáculos, mas a história se solidifica com beleza e poesia - os voluntários levam na alma a sensação do dever cumprido. Assim é com a Fundação Renascer.
Tudo começou em 1993, na Favela de Heliópolis, com o Núcleo Assistencial Renascer Heliópolis, os Fundadores da Entidade, o Apóstolo Estevam Hernandes e a Bispa Sônia Hernandes ( hoje Presidente da Fundação ) iam até a favela entregar cestas básicas ás famílias necessitadas.

 

Histórias não Faltam

O Paraibano José Gonçalves Moreira chegou em São Paulo em 1972 e foi morar na Favela de Heliópolis com a mulher e os dois filhos pequenos ( hoje são quatro filhos ), a força para lutar contra as dificuldades de uma cidade como São Paulo ele encontrou na Igreja Renascer, gostou tanto do que viu, que dividia seu tempo procurava trabalho e ajudava na igreja ( pintava paredes e cuidava da parte elétrica ), José Gonçalves também foi protagonista de uma inusitada situação : participava do empacotamento de alimentos para distribuição das cestas básicas e também era beneficiado com a ajuda da Igreja Renascer de Heliópolis, " eu lembro que colocávamos as cestas em uma carreta e saíamos pela favela distribuindo", diz José Gonçalves. A ajuda prestada pela Igreja Renascer ( era o início da Fundação Renascer ) mudou a vida de José Gonçalvez, "consegui um trabalho na construção civil e minha história começou a melhorar, apesar das dificuldades, lembro com muita saudade daquela época, quando conheci a Igreja Renascer, fui ajudado e consegui ajudar tanta gente"conta.
Hoje José Gonçalves é segurança de um estúdio da Rede Gospel de Televisão, a transformação pela qual ele começou a passar, em 1993, ainda não terminou, tudo melhora a cada dia.
 

Resumo

A Fundação Renascer nasceu da vontade de ajudar. Ao perceber as várias privações de alguns membros da Igreja Renascer, o Apóstolo Estevam e a Bispa Sônia criaram a entidade, que hoje presta serviços de  Assistência Social, apoio e suporte espiritual a todos os atendidos.
Logo após a inauguração do Núcleo Assistencial Renascer no Bairro de Heliópolis, foi criada a Casa Lar Renascer em Franco da Rocha, para abrigar crianças e adolescentes, em 1995, foi iniciado o trabalho com meninos de rua, na igreja Renascer em cristo do Copan, Centro de São Paulo, com o objetivo de integrá-los ao Lar, a iniciativa deu impulso à ação voltada aos adultos que moram também nas ruas - trata-se do expresso da Solidariedade - doze ônibus que levam carinho, refeições, roupas limpas, esperança e atendimento a pessoas sem moradia e que estão desabrigados nas ruas de São Paulo ( muitas destas pessoas atendidas recebem o encaminhamento a clínicas de recuperação para tratamento da dependência química / alcoólica ou são levados para Albergues e Centros de Serviços que oferecem atendimento social, encaminhamento para vagas de empregos ou para rede de serviço pública de São Paulo.
O trabalho com presidiários começou em 1996, o entendimento da Renascer é que os detentos são pessoas que estão momentaneamente sendo privados da liberdade, cumprindo pena, pagando pelos erros cometidos e que devem ser tratados com respeito. Eles recebem roupas, remédios, produtos de higiene pessoal; são encaminhados para serem atendidos pelos serviços disponibilizados por nossos voluntários ( atendimento médico, psicológico, jurídico, etc ...).
Atualmente a Fundação Renascer mantém a Casa Lar Renascer ( que cuida de crianças em situação de risco ), Casas Calebe ( atendimento a Terceira Idade ), o Núcleo Assistencial Heliópolis, Creche e Espaço Gente Jovem Lar Altair Martins, Centro de Recuperação ( para atendimento de dependentes químicos ), Expresso da Solidariedade e além disto desenvolve trabalhos de assistência a diversos Presídios da Cidade de São Paulo, Capelania em Hospitais e mantém grupos de apoio a Usuários e Familiares, os Gauf`s, nas principais Regiões do Estado de São Paulo.