Make your own free website on Tripod.com

 

12° DIA DA CAMPANHA DE JEJUM

PROFETIZAR SOBRE O VALE DOS OSSOS SECOS

 

A) TEXTO BASE / INTRODUÇÃO: Jo 11: 41-44 / Rm 8:11

 

Este é o Ano de Neemias, e um dos pilares da palavra profética é que todo o muro, ou seja, todas as áreas de nossas vidas que foram assoladas, serão plenamente restauradas.

Muitos dos nossos valores ou áreas de nossas vidas morreram, ou porque permitimos que morressem ou porque o propósito de Deus as levou à morte para que Sua glória se manifeste em nós.

O texto nos mostra que Lázaro já estava morto havia quatro dias. Humanamente não havia mais possibilidades de reverter-se o quadro. Para suas irmãs era difícil entender porque Jesus tinha demorado tanto a chegar. Afinal era o seu amigo, por que ele não estava lá para impedir a tragédia?

O que elas não entenderam é que desde o 1º instante Deus tinha um PLANO, uma VONTADE e um FIM proveitoso para toda aquela situação. As pessoas não percebiam – vivendo ainda o tempo do choro – que o processo de ressurreição já havia começado.

 

Jo 11: 4 – “Ao receber a notícia, disse Jesus: Esta enfermidade não é para morte, e sim para a glória de Deus, a fim de que o Filho de Deus seja por ela glorificado”,

 

Jr 29:11 – “Pois eu sei os planos que tenho para vós, diz o Senhor, planos de paz, e não de mal, para vos dar uma esperança e um futuro.”

 

Hoje é tempo desse processo começar em nossas vidas, pois tudo aquilo que colocarmos nas mãos do Senhor ressuscitará para um novo tempo.

 

B) O PROCESSO DA RESSURREIÇÃO ( Ez 37: 1-4, 8, 14):

 

“Veio sobre mim a mão do SENHOR; ele me levou pelo Espírito do SENHOR e me deixou no meio de um vale que estava cheio de ossos, e me fez andar ao redor deles; eram mui numerosos na superfície do vale e estavam sequíssimos. Então, me perguntou: Filho do homem, acaso, poderão reviver estes ossos? Respondi: SENHOR Deus, tu o sabes. Disse-me ele: Profetiza a estes ossos e dize-lhes: Ossos secos, ouvi a palavra do SENHOR”

 

“Olhei, e eis que havia tendões sobre eles, e cresceram as carnes, e se estendeu a pele sobre eles; mas não havia neles o espírito”

 

“Porei em vós o meu Espírito, e vivereis, e vos estabelecerei na vossa própria terra. Então, sabereis que eu, o SENHOR, disse isto e o fiz, diz o SENHOR”

 

Ficamos angustiados e ansiosos pelo milagre, mas precisamos entender que Deus nos trata através de processos, pois não suportaríamos receber tudo de uma só vez.

Há quatro partes envolvidas no processo de ressurreição mostrado no texto, e o Espírito veio por último. Por quê? Porque tudo deveria estar preparado. Muitas vezes desejamos o Espírito, clamamos para que Ele venha com poder, mas não podemos nos esquecer que os ossos, os tendões e a pele precisam estar preparados para isso.

Ezequiel: 4 partes – Lázaro: 4 dias – coincidência?

 

1ª PARTE DO PROCESSO – OS OSSOS COMEÇAM A SE ENCAIXAR -

Ez 37:7

 

         Veremos nesse início de ano áreas de nossas vidas que estavam como ossos sequíssimos, totalmente desconectadas e inertes começarem a se mover. Situações de muitos anos serão revertidas, e ainda que lentamente, pequenos começos serão o indício de que o processo começou. Aleluia!

 

2ª PARTE DO PROCESSO – OS NERVOS E MÚSCULOS COMEÇAM A CRESCER - Ez 37:8

 

         Os nervos e músculos são aquilo que nos permitem os movimentos. Representam nossas atitudes e ações. Experimentaremos nesse início de ano um tempo de realizações poderosas, pois essa unção de ressurreição está sobre nós.

 

3ª PARTE DO PROCESSO – A PELE É ESTENDIDA - Ez 37:7

 

         A pele é a cobertura do nosso corpo, é a primeira camada de proteção em relação a inimigos externos. Debaixo da cobertura da palavra profética do Ano de Neemias, e da palavra profética para os três primeiros meses do ano, não haverá ataque do inimigo que possa prevalecer contra as nossas vidas. Estamos debaixo da cobertura apostólica.

 

4ª PARTE DO PROCESSO – O ESPÍRITO É DERRAMADO - Ez 37:9 e 10

 

         A unção que veio sobre os ossos levantou um grande exército que representava o povo de Israel. Nós somos o Israel de Deus nesse tempo, por isso o Senhor nos levantará de maneira sobrenatural, para vivermos conquistas que nem sonhamos para esse ano. Não haverá sepultura que possa nos segurar. É ano de viver a reconstrução dos muros em tempo recorde. Será um ano inesquecível!

 

C) TRÊS ATITUDES NOSSAS NO PROCESSO:

 

1ª ATITUDE – Parar de chorar e lamentar: entender que o processo da ressurreição começa imediatamente no instante em que entregamos nas mãos do Senhor

 

Ø     Lembre-se: “...esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão,  prossigo para o alvo...”

 

Ø     Jo 11: 20-21, 35-38:

 

Marta, quando soube que vinha Jesus, saiu ao seu encontro; Maria, porém, ficou sentada em casa. Disse, pois, Marta a Jesus: Senhor, se estiveras aqui, não teria morrido meu irmão”

 

Jesus chorou. Então, disseram os judeus: Vede quanto o amava.  Mas alguns objetaram: Não podia ele, que abriu os olhos ao cego, fazer que este não morresse?  Jesus, agitando-se novamente em si mesmo, encaminhou-se para o túmulo; era este uma gruta a cuja entrada tinham posto uma pedra

 

Jesus não podia? Podia, mas não quis! Se permanecermos chorando, alimentaremos as nossas deformações. É tempo de começar a caminhar para a ressurreição!

 

2ª ATITUDE: Tirar a pedra do caminho: lançar fora tudo que possa ser uma barreira pessoal para que o milagre aconteça (só nós podemos fazê-lo)

 

Ø     Jo 11: 39-40

 

“Então, ordenou Jesus: Tirai a pedra. Disse-lhe Marta, irmã do morto: Senhor, já cheira mal, porque já é de quatro dias.  Respondeu-lhe Jesus: Não te disse eu que, se creres, verás a glória de Deus?”

 

Muitas vezes começamos bem, mas em meio ao caminhar deixamos valores preciosos morrerem. É tempo de tirar a pedra (às vezes emocionais e psicológicas).

Uma das pedras que nos impedem de viver o sobrenatural é a incredulidade. O Senhor perguntou a Ezequiel se aqueles ossos poderiam reviver. A resposta foi “Tu sabes Senhor!”. É preciso entregar o controle nas mãos dEle, crendo que Ele sabe o tempo e a maneira perfeita de realizar o milagre em nossas vidas.

Marta só podia enxergar a ressurreição no último dia, mas o Senhor tem para nós hoje o despertar de um novo tempo.

Algumas Pedras: falta de uma vida entregue ao Senhor; falta de comunhão com os irmãos; entrar em contendas familiares, rebeldia, pecado...

 

3ª ATITUDE: Profetizar – Declarar coma tua boca, pela fé, não aquilo que os teus olhos te mostram, mas aquilo que a promessa te diz

 

II Co 4: 18 – “não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas”

 

Ø     Ez 37: 4 – “Profetiza!”;

 

Ø     Jesus ali, profetizou: Jo 11: 41-43 – “Tiraram, então, a pedra. E Jesus, levantando os olhos para o céu, disse: Pai, graças te dou porque me ouviste. Aliás, eu sabia que sempre me ouves, mas assim falei por causa da multidão presente, para que creiam que tu me enviaste. E, tendo dito isto, clamou em alta voz: Lázaro, vem para fora!, e o Espírito veio” – e o Espírito de ressurreição veio!

Ø     A partir de hoje, não vamos mais profetizar a dúvida, o choro...! – Jo 11: 25-26 – Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá; e todo o que vive e crê em mim não morrerá, eternamente. Crês isto?” – Esse Espírito habita em você!!!

 

 

CONCLUSÃO: Jo 3: 3-7

 

A isto, respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Perguntou-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, voltar ao ventre materno e nascer segunda vez? Respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo: quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne; e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te admires de eu te dizer: importa-vos nascer de novo